Uma breve retrospectiva…

Teve choro, emoção incontida, lembranças muitas…

Teve saudade antecipada, carinho, afeto… daqueles enormes, que quase nem cabem no peito.

Teve um imenso desejo de não deixar partir… de “fica só mais um pouquinho aqui perto”, porque “é muito difícil seguir sem você”…

Teve abraço… laço… sorriso, mesmo que de lado… e a memória de uma alegria que nunca vai se apagar do nosso coração.

Teve tudo isso e muito mais, dentro de uma semana que fez o efeito de praticamente uma vida inteira no “boom” das nossas emoções.

Mas… a verdade é que o essencial fica. Sempre.

As lições de cada momento. O aprendizado. A batalha de vida.

Cada pessoa que passa por nós é uma história, que carregamos conosco até o fim de nossos dias.

É isso que se chama AMOR.